Sobre o Desaparecimento da Vergonha

Nota de desaparecimento:

Informamos o desaparecimento de uma velha amiga muito querida, que se chama VERGONHA. Vergonha havia estado conosco por muitos anos e, ninguém sabe ao certo sua verdadeira idade, já que seus registros de nascimento foram há muito tempo perdidos, pela senhora Burocracia, esposa de um bandido famoso alcunhado de Corrupção.

Vergonha vivia uma vida modesta, recatada e sem muita luxuria, não gastava mais do que arrecadava; Ela acreditava de forma fervorosa nos princípios da moral e bons costumes.

Recentemente, a saúde da Vergonha começou a se deteriorar rapidamente, quando sua amiga Sociedade se tornou escrava de uma bruxa chamada Vaidade. A bruxa Vaidade usou seus feitiços para substituir os princípios éticos da redondeza pela lei do Gerson, fato que acabou afetando sua vizinha, a jovem Democracia, que de repente começou a sentir saudade de sua antiga madrasta , dona Ditadura, ex-aluna do professor Autoritarismo.

Especula-se ainda, que Vergonha começou a passar mal ao tomar conhecimento dos relatos da senhorita Corrupção, sobre as peripécias de uma senhora perversa, dona Política. Vergonha ficava desgostosa por ver iletrados se transformarem em ídolos, e professores em piada. Seu estado emocional piorava, ao realizar que as escolas se tornaram fábricas de deseducados, enquanto universidades conferiam títulos de Doutor Honores Causa a demagogos. Vergonha já vinha dando sinais de depressão quando perdeu um grande amigo, Bom Senso! Ao que tudo indica, ela perdera a vontade de viver, quando viu palhaços fazendo sucesso na política, criminosos recebendo um tratamento melhor que suas vítimas, ignorantes pousando de filósofos e charlatões de cientistas na mídia. Vergonha, ultimamente se tornou prisioneira da sua própria casa, depois de se sentir intimidada por um assaltante chamado Cinismo e sua irmã Hipocrisia. Suspeita-se também, que Vergonha pode ter decidido desaparecer, depois que sua arquirrival Indecência, conquistou seu melhor amigo Espírito. Vergonha não tinha mais nada a perder, estava sem ninguém, depois de perder seus pais, Verdade e Confiança, sua irmã Discrição, sua filha Responsabilidade, e seu filho Razão, atropelados por um ônibus, dirigido por uma tal Ignorância. Com a Vergonha desaparecida, tudo é possível, todo é provável, tudo é incomensurável…então, quem precisa mais da Vergonha?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s